Mulher artista desenhando homem de chapéu

Como atrair pessoas para conhecerem você como artista e suas obras?

Todo artista, seja um que trabalhe com pintura em tela ou desenhista, se quer ser reconhecido deve fazer seu público chegar até ele. Não adianta ficar reclamando que não consegue vender suas artes ou que o mundo desvaloriza o artista e não fazer nada para se auto-divulgar ou divulgar suas obras.

Para o artista vender, tem que ter público, as pessoas devem saber que você existe e conheçam seu trabalho. Mas como fazer isso usando marketing digital?

A palavra-chave aqui é “ATRAÇÃO”. Mas atrair o público certo, não um grande número de pessoas desinteressadas e que uma porcentagem muito baixa comprem suas obras. Uma das formas é seguir essas dicas:

Defina o perfil do seu comprador

Levante questões para entender qual o perfil do seu comprador, assim fica mais fácil criar estratégias de marketing e otimizar seus recursos financeiros e tempo na hora de atraí-los. Perguntas como:

  1. Nome, Idade.
  2. Graduação.
  3. O que ele gosta de fazer no dia a dia?
  4. Onde ele mora?
  5. Qual o poder aquisitivo dele?
  6. Que locais ele costuma frequentar?
  7. O que ele procura e admira nas artes?
  8. Qual estilo de pintura ou desenho ele gosta?
  9. Ele compraria suas obras ou desenhos?
  10. Por que ele compraria de você e pagaria o preço desejado?

Crie outras perguntas. Essas que citei são exemplos de algumas perguntas.
Crie mais do que um perfil, se achar necessário e dê nomes a eles, como: João, e Maria. Quanto mais informações tiver dele, melhor.

Exemplo de Perfil:

João Antonio, 45 anos, ensino superior, empresário, gosta do trabalho e aprecia arte. Mora em bairro de classe média/alta, ganha mais de R$50.000,00 por mês e tem investimentos em vários negócios. Frequenta clubes, museus e exposições de artes e é admirador do estilo hiper-realista. Lê jornais e revistas, assiste jornais, usa o Facebook e Instagram, participa de grupos, comenta e segue perfis de artistas nas redes sociais. Principal ferramenta de comunicação é o Whatsapp e usa o e-mail no dia a dia devido ao seu trabalho.
Sua vida não foi fácil, nasceu de familía com baixa renda e com o tempo, sua dedicação e esforços conseguiu chegar onde está, mas nunca deixou de lado a essência do tempo que não tinha muito dinheiro, por isso, gosta de obras que retratam o campo e o trabalho braçal, assim como paisagens rurais. Já comprou e compraria também obras de felinos e figura humana.

Este é um caso de cliente que se encaixa no meu gosto pela pintura, gosto de hiper-realismo e pintar paisagem rural, animais e figura humana e a maioria das minhas obras se encaixam perfeitamente nesse perfil. Esse é um ponto importante, vender mas fazer o que você mais gosta, por isso montar perfis e procurar essas pessoas com esse perfil vai deixar você muito mais feliz.

Mas nem tudo é fácil. Você precisa achar onde você vai encontrar esse perfil ideal que você criou e pode se decepcionar ao não encontrá-lo. A pesquisa é importante nessa fase, analisar redes sociais e conversar com pessoas que apreciam arte e o mesmo que você ajuda a montar seu perfil, quanto mais real, melhor e menos decepcionante pra você.

Por isso algumas empresas pesquisam antes de montar seu perfil.

Atrair o seu perfil com conteúdo relevante

Após horas e dias de pesquisa, você criou alguns perfis, o mais real possível que você conseguiu. Agora tudo fica mais fácil, por que você sabe o que ele gosta de ver, se gosta de ler ou assistir e os canais que ele costuma buscar informações, assim como suas dúvidas e gostos.

É hora de colocar a mão na massa! Imprima e cole esses perfis na sua parede, até coloque uma foto em cada perfil que criou para identificá-los, pois toda vez que você olhar pra eles vai pensar: “é pra você que eu vou fazer minhas obras e vender”.

Crie contas em redes sociais, participe de grupos ou listas que você sabe que tem um número de pessoas com interesses e gostos similares ao seu perfil, ou seja, esteja onde seu cliente estiver. Então comece a produzir conteúdo relevante para eles, chamando atenção para você. Compartilhe e poste suas obras e gostos sobre pintura ou desenho. Enfim, é o momento de você fazer seu público chegar até você, através de seu conteúdo.

Se você tem como investir em mídias pagas, com o perfil fica mais fácil montar suas campanhas, visto que o Facebook Ads e Instagram Ads ajudam a montar o perfil das pessoas que ele irá mostrar seu anúncio, assim como no Google Ads, incluindo palavras-chaves do interesse do seu público, o qual está buscando no Google, ajudando a otimizar seu investimento e ser mais certeiro do que anunciar “no susto”.

Que tipo de conteúdo? Você tem o perfil do seu cliente, sabe o tipo de conteúdo que ele gosta. Lembre-se, seu cliente pode gostar do conteúdo, mas em vez de ler, prefere assistir, neste caso, o meio que você vai disponibilizar seu conteúdo é importante também, seja em um blog, podcast ou vídeos.

Em que mídias sociais eu divulgo? Onde você ver que seu público procura as informações que você tem pra oferecer. Seja no Facebook, Instagram, LinkedIn, Youtube, WhatsApp e assim vai.

Testes são importantes. Mesmo você tendo pesquisado e criado um perfil o mais real possível, você vai se deparar com situações que não vão bater com o que você criou, então ajuste seu perfil ao longo do tempo, o importante é começar pra ajustar depois.

Testes de conteúdos. Ao longo do tempo você vai ter uma ideia melhor que tipo de tema mais chama atenção dos seus clientes, assim como os canais. É um trabalho a longo prazo, mas depois que você tem tudo certinho, você só cresce, por isso, comece hoje pra colher amanhã. Quanto mais tempo você demorar pra começar, mais tempo vai demorar pra ter resultados.

Bora por em prática? Comente aqui o que achou desse artigo ou de como foi sua experiência. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *