Ambiente de trabalho de arte

Será que dá pra viver de desenhos e pintura em tela?

A pergunta que mais leio nos comentários dos blogs, Facebook e Instagram: Será que dá pra viver de desenhos?

Eu tenho o desenho como hobby, mais especificamente o desenho a lápis com grafite e estudando pintura em tela a óleo. Não me considero apto ainda a exercer e se intitular como um profissional nestas áreas.

Mas por que vou responder essa pergunta?

Trabalho como empreendedor desde 2009, minha atividade principal hoje é desenvolvimento de sites para empresas e marketing digital. Então, tenho um conhecimento e experiências vividas no meio empresarial e aqui estou pra responder essa pergunta que, não é só comum para quem quer entrar no mercado de desenho e pintura, mas também em todas as outras profissões.

Você quer viver de Desenho ou Pintura?

Vai depender de que área de desenho você vai querer trabalhar: pintura em tela, ilustração, grafite e assim vai. É só achar em qual você se adapta e gosta mais de fazer e começar a criar as oportunidades, não vale ficar lamentando ou chorando, que daí ninguém vai pra frente mesmo.

Todas as áreas do desenho tem suas dificuldades, assim como todas as outras profissões.
O que mais ouço é empresários de todos os tipos de profissões fazendo essa pergunta: será que dá de viver de X ou Y ou Z?

Não importa a profissão, se desistir do desenho só vai mudar da sua pergunta o “desenhos” por X ou Y ou Z. Por exemplo:

“Será que dá pra viver de arquitetura?”, “Será que dá pra viver de marketing digital?”, “Será que dá pra viver de mecânico?”, “Será que dá pra viver de advogado?”, “Será que dá pra viver de futebol?”, “Será que dá pra viver de artesanato?” e assim vai, kkkk.

Mas como viver de desenho e pintura?

Deu pra entender? Você não pode ficar fazendo a pergunta “será”, mas “como”. Se você gosta de uma área de desenho, vai a luta e descubra como viver dela. Essa dificuldade é a mesma se você optar por ser advogado, médico ou arquiteto.

Muitos que leio lamentam que não conseguem vender seus quadros, mas não fazem nada pra valorizar seu trabalho. Se um advogado não divulgar seu trabalho e fazer nome, também não vai ter serviço.

Vai pras ruas de São Paulo ou da sua cidade e veja médicos, engenheiros e advogados mendigando. São vários fatores que os levaram a isso e que deixaram de seguir a profissão. Mas não foi culpa da formação/profissão, mas foi algo pessoal que aconteceu.

Eu também quero um dia viver de pintura em tela, mas estou trabalhando para isso ainda. Como? Fazendo cursos, lendo livros e histórias sobre pintura em tela, analisando o mercado e as oportunidades, como é feito a divulgação, seguindo grandes nomes e procurando entender como chegaram a viver de arte. Este blog, por exemplo, faz parte deste meu projeto.

Desenhar é sua paixão? Busque se tornar um profissional, se especialize, busque cursos e aprenda cada vez mais e tente se destacar no mercado.

PS: Vou começar a postar alguns posts de marketing digital para quem já é profissional ou quem está entrando no mercado. Não deixe de seguir meu blog e enviar suas dúvidas nos comentários.

Siga-me nas Redes sociais:
Instagram:
– Artes e estudos: @alievi.artes
– Perfil pessoal: @jairalievi
Facebook:
– Perfil pessoal: jair.alievi
– Página: alieviartes

2 pensou em “Será que dá pra viver de desenhos e pintura em tela?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *